Voltar para Notícias

Nova fábrica de fertilizantes vai ampliar produção nacional em 15%

Incremento será feito pela operação de um novo complexo industrial em Minas Gerais, construído pelo grupo suíço EuroChem, gigante mundial do setor.

A produção nacional de fertilizantes fosfatados deve crescer 15% a partir de 2025. O incremento será feito pela operação de um novo complexo industrial em Minas Gerais, construído pelo grupo suíço EuroChem, gigante mundial do setor. Foram investidos US$ 1 bilhão no empreendimento, que deve começar a operar em 13 de março.

O projeto integrado inclui uma mina de fosfato, fábricas de insumos e misturador, com capacidade de produção de 1 milhão de toneladas de fertilizantes fosfatados por ano. O Complexo Mineroindustrial de Serra de Salitre será voltado 100% para atendimento do mercado nacional. Comprado em 2021 por US$ 450 milhões da norueguesa Yara Fertilizantes, a obra foi retomada em julho de 2022 pela EuroChem, que investiu cerca de US$ 500 milhões para concluir o empreendimento.

Essa será a 1ª unidade de mineração e fabricação integral de fertilizantes do Grupo EuroChem fora da Europa. A companhia já opera no Brasil com 21 misturadoras (12 que foram compradas da Heringer e 9 da Fertilizantes Tocantins), que são plantas que misturam as matérias-primas recebidas para distribuição regional. 

Ao Poder360, o diretor-presidente da EuroChem na América do Sul, Gustavo Horbach, disse que a produção local dará grande produtividade para o Brasil e os consumidores atendidos. Ele explica que a fabricação nacional de fertilizantes tem desafios naturais.

“Temos uma disponibilidade restrita de minerais que permitiriam uma maior produção de fertilizantes no Brasil. São poucas as minas de fosfato que são lavráveis e poucas as de potássio facilmente exploráveis. Então o custo de capital para novas plantas é alto e temos uma dependência de importação de 85% de todos os fertilizantes”, diz.

De acordo com Gustavo Horbach, o investimento reduzirá a dependência de importações de fertilizantes do Brasil. Também vai permitir maior atuação da empresa com fosfatados, uma vez que a maior parte da sua produção global hoje é de fertilizantes com base de nitrogênio e potássio.

A mina de rocha fosfática da Serra do Salitre tem teor de fosfato de aproximadamente 4%. Depois da extração, a rocha passa por processo de beneficiamento em que é produzido um concentrado que tem 33% de fosfato. 

“A nossa reserva na mina de minério provado e de fácil extração, tem capacidade de fornecer por 25 anos. E isso pode ser aumentado se explorarmos o minério secundário que tem lá”, diz Horbach.

O executivo lembra que em outros países, como no Marrocos, a rocha fosfática extraída in natura já tem teor de 33%, o que dá mais competitividade no mercado internacional. “Mas como já estamos no Brasil e temos uma mina de fácil operação, isso faz com que o nosso ativo produza de forma competitiva mesmo assim, atingindo algumas regiões e clientes com preço competitivo”.

Além do beneficiamento da rocha, o complexo conta com fábricas de ácido sulfúrico e fosfórico, que serão adicionados ao concentrado na unidade de mistura. Durante a fase de construção, 3.000 pessoas trabalharam na obra. Depois que entrar em operação, o complexo deve empregar 1.000 trabalhadores diretos e criar outras 300 vagas indiretas, segundo a EuroChem. 

“O Complexo de Salitre tem a capacidade de elevar o nível de produção de fertilizantes no Brasil e na América do Sul, servindo como um hub operacional e de inovação da EuroChem na região. Além disso, a nova planta já contribui com o desenvolvimento socioeconômico da região que nos recebe”, disse Horbach.

Últimas notícias

Notícias

Dia Internacional da Biodiversidade: entenda o impacto dos fertilizantes no solo

Dia 22 de maio, celebramos uma data que nos lembra da importância de proteger a diversidade biológica do planeta.

22/05/24
Notícias

Falando de Mercado: Projeto Serra do Salitre e oferta de fosfatados

Inaugurado em março, projeto Serra do Salitre, em Minas Gerais, deve contribuir para que o Brasil reduza a necessidade de importação de fosfatados. Ouça o Podcast.

20/05/24
Notícias

EuroChem destaca pioneirismo e compromisso com a rentabilidade na Agrotins 2024 

Portfólio premium com produtos de baixo impacto e alta rentabilidade para o agricultor são destaques durante o evento.

16/05/24
Notícias

Dia Mundial da Reciclagem: Saiba como reaproveitamos 77% dos resíduos produzidos

EuroChem reflete o compromisso com a proteção e a redução dos impactos ambientais na unidade de Serra do Salitre.

16/05/24
Veja mais Notícias